Se inscrever

header ads

Programa de ressocialização oferece trabalho a presos do RN em órgãos do governo.

Os presos do sistema carcerário do Rio Grande do Norte vão começar a trabalhar em secretarias do governo, dentro de uma política de ressocialização. Os convênios para implantação do programa foram assinados nesta quarta-feira (4).

De acordo com o Poder Executivo, os apenados vão atuar a prestação de serviços ao sistema estadual de educação, na recuperação de carteiras, limpeza e manutenção de escolas; na área agrícola, com a produção inicial de dez mil mudas de cajueiro na Penitenciária Mário Negócio, em Mossoró; e na Fundação de Pesquisa do RN (Fapern), em atividades de serviços gerais.

Segundo o secretário de Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, inicialmente 50 internos das unidades prisionais Alcaçuz, Parnamirim, Ceará-Mirim, João Chaves e Mário Negócio terão oportunidades de trabalho.

O governo adquiriu compressor, roçadeiras, pás, enxadas, carrinhos de mão, máquinas elétricas (furadeiras, serras, esmerilhadeiras) e outros equipamentos que serão utilizados pelos detentos.

*G1

Enviar um comentário

0 Comentários