Se inscrever

header ads

Polícia Militar apreende arma de fogo em comunidade rural de Tenente Ananias/RN

Nesta terça-feira (12), O Destacamento Policial de Tenente Ananias/RN, sob o comando do subtenente Franky, apreendeu um revólver calibre 38, como três munições intactas, durante patrulhamento na zona rural do município de Tenente Ananias/RN.

A apreensão ocorreu por volta das 17h30 em uma estrada carroçável na Comunidade de Malhada de Areia, em poder de João Ildebrando Minervino Neto, de 38 anos de idade que trafegava em uma motocicleta no momento que foi abordado pelos militares.

Diante dos fatos, o mesmo recebeu voz de prisão e foi conduzido a Delegacia de Polícia civil em Marcelino Vieira para as devidas providências.

Neto Minervino foi acusado de matar um jovem em Embu das Artes em São Paulo, fato ocorrido no ano de 2013.

Fonte: Nosso Paraná/RN

Enviar um comentário

12 Comentários

  1. Assassino do Bruno,a justiça do homem tem fanhas mas Deus não. Família pede
    Justiça !

    ResponderEliminar
  2. Estamos sempre de olho em você João verme!
    Ninguém vai apagar sua luz Bruno,Família BARBOSA sempre alerta.

    ResponderEliminar
  3. Você pode se esconder do homem, mas nunca de Deus.
    JUSTIÇA POR BRUNO SEMPRE ❤️

    ResponderEliminar
  4. Essa arma com certeza seria pra tirar a vida de outro inocente.

    ResponderEliminar
  5. Louvado seja a Deus.... Deus e justo fiel e verdadeiro.....tirou a vida de um inocente...creio que a justiça divina há de ser feita .....

    ResponderEliminar
  6. Enquanto ele bebia e se divertia com a família andando armado do outro lado tinha uma família que chorava pela perda.

    ResponderEliminar
  7. A Justiça de Deus ela e certa... 7 anos da morte do filho e este assassino não foi julgado... A justiça de Deus seja feita.

    ResponderEliminar
  8. Uma mãe clama por justiça...amigos clamam por justiça....Que assim seja feita a justiça na terra......

    ResponderEliminar
  9. Justica ,justiça, justiça justiça justiça justiça justica,justiça, justiça, justiça,

    ResponderEliminar