Se inscrever

header ads

Primeiras doses de vacina contra Covid-19 chegam ao Rio Grande do Norte

Imunizantes chegaram em avião na madrugada desta terça-feira (19), no Aeroporto de Natal. Estado recebe 82,4 mil doses para dar início a campanha de vacinação.

Primeiras doses da vacina contra Covid-19 chegaram no Aeroporto de Natal às 1h desta terça-feira (19) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O primeiro lote da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan contra a Covid-19, chegou ao Rio Grande do Norte na madrugada desta terça-feira (19). O avião da Azul que trazia as vacinas pousou no Aeroporto Internacional de Natal às 1h.

Nesta primeira etapa o estado recebe 82.440 doses da vacina contra Covid-19 que serão suficientes para imunizar 41.220 potiguares, já que a aplicação deve ocorrer em duas doses, com intervalo de 28 dias.

O Governo do Estado vai realizar um ato simbólico da vacinação nesta terça-feira (19), às 10h, na Escola do Governo.

A Secretaria de Saúde do Estado, no entanto, ainda não informou quando a vacinação vai começar, de fato, no Rio Grande do Norte. De acordo com previsões anteriores da pasta, a imunização deveria começar até 72 horas após a chegada do primeiro lote.

Primeiras doses da vacina chegaram ao Rio Grande do Norte na madrugada desta terça-feira (19) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Do aeroporto, o lote foi levado para a Unicat. O transporte foi acompanhado pela Policia Federal (PF). As vacinas serão enviadas, a princípio, para sete centrais de saúde distribuídas pelo estado. Além de Natal, receberão as vacinas as regionais de Mossoró, Pau dos Ferros, Caicó, Santa Cruz, João Câmara e São José de Mipibu. A partir das centrais, as vacinas serão distribuídas para todos os municípios potiguares, segundo o governo.

Vacinas foram levadas, escoltadas pela PRF, até a Unicat, em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, o primeiro grupo prioritário no estado consiste em 37.848 profissionais de saúde, 1.400 pessoas com 60 anos ou mais em instituições e 10 pessoas com deficiência também institucionalizadas.

O estado é o único que não vai receber doses para indígenas, nessa primeira fase, porque, segundo o governo do estado, os grupos locais não se encaixam na classificação de indígenas aldeados.

O Ministério da Saúde começou, durante a manhã, o processo de distribuição das quase 6 milhões de doses da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan feita em parceria com o laboratório chinês Sinovac, para todos os estados e o Distrito Federal.

Vacinas foram levadas para a Unicat em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Fonte: G1 RN

 

Enviar um comentário

0 Comentários