Se inscrever

header ads

Polícia Civil prende terceiro suspeito de envolvimento no assassinato de motorista por aplicativo de Mossoró

Suspeito foi preso nesta terça-feira (2) em Mossoró. Carlos Reginaldo Nogueira Holanda Júnior, mais conhecido como “Espanta”, de 31 anos, foi morto na noite do dia 21 de janeiro.

Carlos Reginaldo Nogueira Holanda Júnior foi encontrado morto a tiros em Mossoró; polícia suspeita de latrocínio. — Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte com apoio da Polícia Civil e Militar do Ceará, prendeu nesta terça-feira (2), em Fortaleza, o terceiro suspeito de ter participado do assassinato do motorista por aplicativo Carlos Reginaldo Nogueira Holanda Júnior, de 31 anos.

Carlos Reginaldo Nogueira Holanda Júnior, mais conhecido como “Espanta”, foi morto a tiros na noite de quinta-feira, 21 de janeiro na Favela do Fio, em Mossoró. O carro e o celular da vítima foram levados pelos criminosos. O caso é considerado latrocínio, roubo seguido de morte.

No dia 22 de janeiro, um dia após o crime, policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (Defur) prenderam em Mossoró dois suspeitos de participarem do assassinato do motorista. Os suspeitos confessaram o crime. O terceiro envolvido, que rompeu a tornozeleira eletrônica, estava foragido.

A prisão dele foi realizada através de um trabalho em conjunto entre a as Delegacias de Homicídio de Mossoró e a Secretaria de Segurança Pública do Ceará. E contou também com o apoio da Polícia Militar do estado cearense.

Uma equipe da Dehom foi até Fortaleza na noite desta terça-feira (2) para realizar a escolta do suspeito. Ele está em Mossoró e deve ser ouvido na manhã desta quarta-feira (3) pelo Delegado Valtair Camilo, responsável pelo caso.

Carlos Júnior, “Espanta”, foi candidato a vereador em Mossoró pelo partido PSDB nas últimas eleições e obteve 142 votos. De acordo com a Polícia Militar, ele não possuía antecedentes criminais.

Fonte: G1RN

Enviar um comentário

0 Comentários