Se inscrever

header ads

Filha morta pelo pai no velório do avô foi atingida por tiros ao tentar defender companheiro, diz polícia do Ceará

Pai da vítima está preso e foi indiciado por feminicídio e tentativa de homicídio.

Maria Naiara dos Santos Sousa, de 27 anos, tentou defender o companheiro quando foi atingida pelos tiros disparados pelo pai, em Itapipoca, no interior do Ceará. — Foto: Arquivo pessoal


A técnica de enfermagem Maria Naiara dos Santos Sousa, de 27 anos, morta a tiros pelo pai durante o velório do avô, em Itapipoca, região norte do Ceará, foi atingida pelos disparos ao tentar defender o companheiro.


Conforme a Polícia Militar, o pai da vítima, um homem de 52 anos, chegou ao local e atirou contra o genro. A filha, ao tentar defender o companheiro, aproximou-se, foi atingida e morreu no local. Já o homem que seria o alvo, também foi baleado, mas foi socorrido e encaminhado para uma unidade de atendimento. Ele não corre risco de morte.


Segundo a PM, o revólver usado foi retida do suspeito por outros familiares e entregue aos policiais militares. O armamento apreendido estava com três munições deflagradas.

Polícia Militar apreendeu revólver usado por homem que resultou na morte da própria filha. — Foto: Polícia Militar/ Divulgação


O pai de Naiara foi preso pela PM após ser encontrado dormindo em um bar na localidade Aratari. O homem foi encaminhado à Delegacia Regional de Itapipoca, onde foi autuado por feminicídio e tentativa de homicídio.

Jovem é morta pelo próprio pai durante velório do avô, em Itapipoca, região norte do Ceará. — Foto: Reprodução


Testemunhas informaram que o suspeito não aceitava o relacionamento atual da vítima, pois tinha ciúmes dela. A Polícia Civil investiga a real motivação do caso.


Fonte G1CE



Enviar um comentário

0 Comentários