Se inscrever

header ads

Mulher é presa suspeita de envenenar o marido dentro de hospital em Parnamirim, no RN

Investigada colocou substância conhecida como chumbinho na sonda do marido, que já havia sido internado, em coma, por causa desconhecida horas após almoço com ela.

Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) em Natal RN — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Uma mulher de 37 anos foi presa nesta quinta-feira (7) em Parnamirim, na Grande Natal, suspeita de envenenar o próprio marido. De acordo com a investigação da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ela chegou a envenená-lo dentro do hospital, quando ele já estava internado.

A mulher foi presa no bairro Boa Esperança. As investigações da Polícia Civil apontam que o marido dela entrou em coma horas após um almoço com a investigada, sendo internado em seguida com um quadro grave e desconhecido.

Dias após essa internação, a mulher, durante uma visita, pediu para ficar reservadamente com o marido no leito do hospital para fazer uma oração. Foi neste momento que os equipamentos que mantinham o rapaz vivo começaram a alarmar.

A equipe médica então entrou para verificar o que estava ocorrendo e identificou uma substância estranha dentro da sonda que conduzia alimentação para a vítima.

O material foi recolhido e entregue a Polícia Civil. O exame químico-toxicológico feito na sonda pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia do RN (Itep) identificou a substância como “chumbinho”, um inseticida de uso agrícola.

Segundo a Polícia Civil, a vítima havia apresentado melhora no quadro clínico durante a internação, mas após o episódio no hospital está em estado grave.

A mulher foi presa e encaminhada ao sistema prisional, onde está à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: G1RN



Enviar um comentário

0 Comentários