Prefeitura de Areia Branca, RN, cancela Carnaval 2022

Município seguiu decisão de outras cidades potiguares e também suspendeu festas públicas para tentar evitar contaminações por covid-19 e gripe.

Prévia do carnaval de Areia Branca em 2019 (Arquivo) — Foto: Divulgação


A Prefeitura de Areia Branca, na região da Costa Branca potiguar, divulgou neste sábado (8) que não vai realizar as tradicionais festas públicas promovidas pelo município no carnaval, em 2022.


Assim como outros municípios potiguares e pelo menos 14 capitais do país, a cidade resolveu cancelar as festas públicas para tentar evitar contaminações por covid-19 e também pela gripe.


Natal, capital do Rio Grande do Norte, ainda não informou se vai manter ou não as festas no período de momo.


Segundo a Prefeitura de Areia Branca, a decisão pelo cancelamento do carnaval, ocorreu "devido à insegurança sanitária provocada pela variante ômicron da Covid-19 e o novo aumento nas taxas da Covid-19 no estado, e da gripe, com a alta transmissibilidade da nova cepa H3N2, do vírus Influenza".


A prefeitura considerou que embora o município não apresente um quadro de aumento de casos de infecção em decorrência do novo coronavírus, enfrenta um crescimento expressivo de casos de gripe.


Rio Grande do Norte tem surto de síndrome gripal, diz Secretaria de Saúde

"Considerando o zelo com a saúde pública, e a necessidade de evitar grandes aglomerações com um público estimado de 20 mil pessoas, as autoridades de saúde reforçam a necessidade de não relaxar as medidas de proteção, sendo assim além de não realizar o carnaval também estão cancelados os demais eventos públicos ligados a festa como o Campeonato de Blocos 2022", informou em nota publicada nas redes sociais.


Na mesma região de Areia Branca, cidades como Tibau e Apodi também anunciaram suspensão da festa. Outro município potiguar que anunciou o cancelamento do carnaval foi Tibau do Sul, que fica no litoral Leste do estado. Apesar da proibição de blocos de ruas e shows públicos, eventos privados foram mantidos.


g1 RN



Enviar um comentário

0 Comentários