Prefeitura de Tibau do Sul cancela Carnaval 2022 e praia da Pipa não poderá ter festas de rua

Decreto publicado pelo município permite realização de eventos privados, desde que previamente autorizados pelo poder público.

Vista aérea falésia de Pipa Tibau do Sul — Foto: Idema


A Prefeitura de Tibau do Sul, no litoral do Rio Grande do Norte, proibiu a realização de shows públicos, além de blocos e eventos de rua durante o Carnaval de 2022. O município é onde fica localizada a praia da Pipa, conhecida internacionalmente.


Shows privados poderão acontecer, mas precisam ser previamente autorizados pelo poder público e cumprir medidas sanitárias, como exigência de comprovante de vacinação.


De acordo com o decreto publicado pelo município na sexta-feira (7), ficam proibidos os blocos e carnavais de rua, bem como shows e eventos de massa promovidos pelo poder público.


Segundo a prefeitura, o cancelamento foi motivado pelo "alto risco" de contágio da Covid-19 apontado por entidades médicas nacionais e estaduais e o "risco potencial" de aumento de casos por causa da variante ômicron. A prefeitura lembrou que o carnaval local é frequentado por milhares de pessoas de vários lugares do mundo.


O decreto ainda prevê multa de R$ 1 mil, podendo chegar a R$ 30 mil, para quem descumprir as normas vigentes.


Em comunicado, a prefeitura informou que o destino segue aberto para o turismo e pediu a colaboração de todos em manter os protocolos de prevenção à covid e também à gripe.


Várias cidades brasileiras já cancelaram as festas de carnaval de 2022. No Rio Grande do Norte, cidades como Apodi, Tibau e Areia Branca, que têm carnavais tradicionais na região Oeste, também suspenderam os preparativos para a festa.


A Prefeitura de Natal, capital do Rio Grande do Norte, ainda não se posicionou oficialmente sobre a realização do carnaval em 2022. Pelo menos 14 capitais do país já cancelaram eventos públicos.


g1 RN



Enviar um comentário

0 Comentários