Homem suspeito de produzir e compartilhar material com pornografia infantil é preso no RN

Operação Locard foi deflagrada nesta quinta-feira (10) pelo Ministério Público e cumpriu mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em Parnamirim.

Materiais apreendidos na casa do suspeito em Parnamirim, na Grande Natal — Foto: MP/Cedida


Uma operação deflagrada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) nesta quinta-feira (10) prendeu um homem suspeito de produzir, armazenar e compartilhar material com pornografia infantil em Parnamirim, na Grande Natal.


A investigação que resultou na operação Locard aponta indícios de que o suspeito possui diversos vídeos e fotos com cenas de sexo envolvendo crianças e adolescentes, alguns possivelmente produzidos por ele mesmo.


Durante a investigação, o MPRN apurou que o suspeito, de 19 anos, mantém diversas contas de telefonia celular, de e-mails e ainda perfis em redes sociais – todos usados para receber e compartilhar conteúdo com pornografia infantil.


Os investigadores já teriam localizado quase 200 fotos ou vídeos que foram compartilhados ou recebidos pelo homem preso. "Há fortes indícios de que ele também produziu conteúdo pornográfico e compartilhou na internet", informou a corporação.


Além do mandado de prisão preventiva, a operação Locard também cumpriu mandado de busca e apreensão na casa do suspeito. A ação contou com apoio da Polícia Militar.


O MP obteve autorização judicial para analisar celulares, computadores e outras mídias apreendidas. Além disso, o órgão também pediu e conseguiu na Justiça que operadoras de telefonia celular e empresas de redes sociais disponibilizem os conteúdos compartilhados pelo suspeito.


Segundo o MP, nome da operação faz uma alusão ao francês Edmond Locard, um estudioso da criminologia que cunhou um princípio que diz que é impossível para um criminoso agir sem deixar vestígios dessa presença.


g1 RN



Enviar um comentário

0 Comentários