Homem é preso por matar cachorro e cortar carne do animal em Natal

Caso aconteceu na terça-feira (26) na Zona Norte da capital potiguar.

Um homem foi preso em flagrante após matar um cachorro, tirar a pele, e cortar a carne do animal na Zona Norte de Natal. O caso aconteceu na terça-feira (26) e foi confirmado pela Polícia Civil.


Segundo a Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (Deprema), o crime foi denunciado por vizinhos do suspeito, no bairro Nossa Senhora da Apresentação.


Uma testemunha disse à polícia que, após ouvir barulhos estranhos, subiu em um muro da casa e presenciou o homem matando o cachorro, pendurando o animal e abrindo o corpo.


"Quando a Polícia Militar chegou ao local, a carne já estava toda cortada. Ele tentou enterrar as vísceras e o couro no próprio quintal. Após constatar a veracidade da denúncia, a PM trouxe ele para a Deprema", afirmou o chefe de investigação da delegacia, Mário Pérsico.


Em depoimento na delegacia, o servente de pedreiro desempregado, de 34 anos, negou que tivesse matado o animal, mas confirmou que cortou a carne, "para tirar a escuridão da casa".


Apesar da negativa, ele foi detido em flagrante por maus-tratos aos animais, majorado pela morte do cachorro, e ficou detido no sistema prisional. Segundo o chefe de investigação, o crime é inafiançável.


Durante as investigações, a Polícia Civil ainda vai apurar se o homem usaria a carne do cachorro para consumo ou tentaria comercializá-la.


Ainda de acordo com os investigadores, o homem já foi internado duas vezes em hospitais psiquiátricos. Já o animal que foi morto seria um cachorro de rua.


g1 RN


Enviar um comentário

0 Comentários