Secretário de Agricultura de Água Nova, RN, é assassinado

Crime aconteceu na manhã desta sexta-feira (29). Segundo a Polícia Militar, pelo menos oito tiros atingiram Francisco Pereira da Silva.

O secretário de Agricultura de Água Nova, Francisco Pereira da Silva, de 43 anos, foi assassinado a tiros, no início da manhã desta sexta-feira (29) no município da região Oeste potiguar. Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu na frente de uma residência.


O delegado de Pau dos Ferros, Inácio Rodrigues, responsável pela investigação do caso, afirmou que dois criminosos chegaram ao local em uma moto e mataram Nem Preá, como o secretário era mais conhecido, com vários tiros de arma de fogo. O tipo da arma ainda não foi identificado.


"Estamos investigando, mas ainda é muito prematuro para antecipar qualquer conclusão", afirmou o delegado, ao ser procurado pelo g1.


De acordo com as informações preliminares levantadas pela Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 6h20 no bairro Alto da Cachoeira.


O sub-tenente Jota Oliveira, que comanda o policiamento no município, disse que pelo menos oito tiros atingiram o secretário, sendo três na altura da cabeça e outros cinco nas costas. Após os disparos, os criminosos fugiram.


A Polícia Militar acionou reforço de cidades vizinhas para fazer buscas pelos suspeitos, mas ninguém foi preso até a última atualização desta matéria.


Francisco era secretário de agricultura do município há seis anos. O prefeito do município, Ronaldo Souza, decretou luto oficial de três dias na cidade, mas não quis dar entrevista, afirmando que estava abalado com a situação. A prefeitura também publicou uma nota de pesar pelo falecimento do secretário nas redes sociais.


O corpo de Francisco foi levado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) de Pau dos Ferros, para passar por exames. Somente após a liberação do corpo é que a família deverá anunciar informações sobre o sepultamento. O secretário deixa dois filhos.


g1 RN e Inter TV Costa Branca




Enviar um comentário

0 Comentários