Gerente de banco é preso suspeito de envolvimento em roubo de R$ 1,3 milhão em agência de Natal

Crime aconteceu em janeiro e é investigado pela Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (Defur) de Natal. Amiga do gerente e outros suspeitos também foram alvos dos investigadores.

Criminoso rende gerente e rouba quantia em dinheiro em agência bancária no RN. — Foto: Sérgio Henrique Santos - Inter Tv Cabugi


Um gerente de banco foi preso nesta quarta-feira (14) suspeito de envolvimento em um roubo que aconteceu em janeiro deste ano em uma agência bancária de Natal, onde ele trabalhava. Na ocasião, o homem afirmou que tinha sido rendido e agredido pelo assaltante.


A prisão foi confirmada no início da tarde pela Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur) da Polícia Civil.


Segundo a delegada Daniella Filgueira, mais de R$ 1,3 milhão foram roubados na ação. O dinheiro ainda não foi recuperado. Na casa do suspeito, os policiais também encontraram moedas de ouro que já teriam sido furtadas pelo gerente antes do assalto de janeiro. O crime teria sido planejado para encobrir os demais roubos.


Segundo a delegada, as investigações começaram com base nas imagens do circuito interno de segurança do banco, que foram cedidas à polícia.


Nas imagens divulgadas pela polícia na época do crime, era possível ver um homem entrando e saindo da agência com uma mochila. Outros funcionários relataram, no entanto, que não tinham percebido o crime. Na época, a polícia informou que foi informado o roubo de R$ 375 mil.

Moedas de ouro, celulares e outros materiais apreendidos com suspeitos de roubo a banco em Natal. — Foto: Francielly Medeiros/Inter TV Cabugi


"O gerente ali interpreta, ele faz toda uma encenação do que seria um grande roubo quando na verdade era tudo armado, já estava tudo combinado", afirma.


O crime aconteceu no dia 24 de janeiro, por volta das 15h30, em uma agência do Banco do Brasil localizada na Rua Jundiaí, no bairro do Tirol.


No momento do crime, havia 19 pessoas na agência, sendo 15 bancários, 2 vigilantes e 2 auxiliares de serviços gerais.


Pouco tempo após a saída do assaltante, as pessoas ouviram os gritos do gerente pedindo socorro e o encontraram preso em uma das salas da agência. O Corpo de Bombeiros foi acionado para abrir a sala trancada e libertar o funcionário, que foi levado a um hospital.

Criminoso entrou em agência bancária de Natal e saiu do local com mochila cheia de dinheiro  — Foto: Reprodução


Em novembro, em uma operação denominada “Poker Face”,a Defur cumpriu três mandados de busca e apreensão relacionados ao roubo. Durante as diligências, a equipe policial chegou até um dos suspeitos, de 22 anos, que, em depoimento, confessou a participação no crime.


Durante a operação, os policiais apreenderam celulares e notebooks que foram enviados à Polícia Federal, para extração de informações que levaram aos demais suspeitos. Segundo a polícia, o homem que entrou na agência recebeu R$ 10 mil para praticar o roubo.


Além do gerente, uma amiga dele também foi presa. Ela é sogra do suspeito detido em novembro. Pelo menos outras duas pessoas - a filha da mulher e outros dois homens, também são alvos dos investigadores. Após o roubo, os suspeitos teriam realizado viagens e usado o dinheiro para comprar carros de luxos, entre outros bens.


Ainda segundo a Polícia Civil, a amiga do gerente, que é apontada como mentora do grupo, teria inclusive realizado pesquisas sobre a delegada e o juiz que acompanha o caso para tentar tirá-los da investigação.


g1 RN

Enviar um comentário

0 Comentários