Preso é morto durante briga em cela de presídio na Grande Natal, diz Seap

Caso aconteceu na manhã desta sexta-feira (23) no Presídio Rogério Coutinho Madruga, no complexo de Alcaçuz, em Nísia Floresta.

Corpos foram encontrados no Presídio Rogério Coutinho Madruga (Arquivo) — Foto: Ediana Miralha/Inter TV Cabugi


Um preso morreu após se envolver em uma briga dentro de uma cela do Presídio Rogério Coutinho Madruga, em Nísia Floresta, Grande Natal, na manhã desta sexta-feira (23). A informação foi confirmada pela Secretaria de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte.


Segundo a pasta, o caso aconteceu por volta das 6h. A direção da unidade informou que os policiais penais de plantão ouviram gritos e agiram para controlar uma briga entre dois internos. O autor do crime teria chutado e pisado a cabeça da vítima.


Os agentes precisaram usar "equipamentos de menor potencial ofensivo" na contenção, como gás pimenta.

Ainda de acordo com a Seap, a cela tinha 12 internos, mas apenas dois se envolveram na briga. Um terceiro também teria ficado ferido ao tentar apartar a briga.


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o Instituto Técnico-Científico de Perícia e a Polícia Civil foram acionados ao local.


A Seap ainda informou por meio de nota que os dois internos envolvidos na briga são considerados de alta periculosidade. O Grupo de Operações Especiais (GOE) da Seap foi acionado para reforçar a segurança da unidade prisional.


O Presídio Rogério Coutinho Madruga fica no complexo da penitenciária de Alcaçuz - o maior presídio do Rio Grande do Norte, que se tornou conhecido internacionalmente em 2017, quando uma disputa entre integrantes de facções criminosas rivais presos na unidade resultou em uma chacina que vitimou 27 internos.


g1 RN

Enviar um comentário

0 Comentários