Populares reagem após mulher ser agredida por homem em praça no interior do RN; veja vídeo

Caso aconteceu na cidade de Assú. Polícia Militar informou que imagens foram entregues à Polícia Civil para identificar envolvidos.

Populares reagem após mulher ser agredida por homem em Assu, no RN


Um vídeo gravado na manhã de segunda-feira (17), na cidade de Assú, no interior do Rio Grande do Norte, mostra um grupo de rapazes reagindo ao ver uma mulher que sofria agressões de um homem. O caso ganhou repercussão nas redes sociais. O vídeo foi entregue à Polícia Civil para investigar o caso.


As imagens foram confirmadas pela Polícia Militar. De acordo com o comandante do policiamento em Assú, tenente-coronel Maximiliano Luiz, os policiais só ficaram sabendo das agressões após o fato, quando o vídeo já circulava nas redes sociais.


"O vídeo procede, mas não fomos acionados e não temos identificação das pessoas. Mas já repassamos (o vídeo) para a Polícia Civil para conhecimento", informou o comandante.


As imagens foram feitas por populares em uma praça em frente à Igreja Matriz de São João, no Centro de Assú. Um homem aparece no vídeo segurando uma mulher pelos braços e a arrastando. Pouco depois, a pessoa que está gravando o vídeo vira a câmera para o outro lado e, quando volta a filmar o casal, a mulher já está no chão.


Três rapazes que presenciaram a cena correm para impedir as agressões. Um deles já se aproxima chutando o agressor. Na sequência, os outros dois continuam dando chutes e socos no homem que já está caído no chão.


O homem que estava agredindo a mulher se levanta e sai andando, tentando se afastar dos três rapazes. Outras pessoas que estavam no local se aproximam e parecem conversar com ele. Enquanto isso, a mulher tenta se levantar do chão.


Quando a situação parece estar resolvida, outro rapaz aparece do lado esquerdo do vídeo, sem camisa, e dá outro chute no homem que agrediu a mulher. Ele corre novamente, fugindo das agressões, mas é alcançado pelo grupo de homens e continua levando chutes e socos. Nesse momento, a gravação é encerrada.


g1 RN


Enviar um comentário

0 Comentários