Secretaria de Saúde investiga morte de menina de 2 anos com sintomas gripais em hospital de Pau dos Ferros, RN

Sesap realizou testes para Covid e Influenza (gripe) na criança de 2 anos e 2 meses. Ela foi internada na terça-feira (18), caso agravou e a menina não resistiu na quarta (19).

Hospital Regional de Pau dos Ferros — Foto: Reprodução/Inter TV Costa Branca


A Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) está investigando a morte de uma menina de 2 anos que estava internada no Hospital Regional de Pau dos Ferros, na região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte, com sintomas gripais. A criança morreu na tarde desta quarta-feira (19).


De acordo com a Sesap, foram feitos testes para Covid-19 e Influenza (gripe) na criança, mas ainda não saiu o resultado. Inicialmente, a pasta entendia que a morte da menina teria sido por complicação decorrente de uma pneumonia.


Um primeiro teste feito pela Secretaria de Saúde de Pau dos Ferros, quando a criança deu entrada na unidade, deu negativo para a Covid.


O Hospital Regional de Pau dos Ferros lamentou a morte através de uma nota nas redes sociais. "Quando uma criança chega em nosso hospital, todos se tornam mães e pais daquela criança", citou a nota, que emitiu "sinceros sentimentos" à família da vítima.


O sepultamento da menina deve acontecer na manhã desta quinta-feira (20), no cemitério de Pau dos Ferros.


Internação

De acordo com a secretária de saúde de Pau dos Ferros, Kallianne Fernandes, a menina adoeceu quando estava com os pais em Mossoró, no Oeste do RN. Quando retornou a Pau dos Ferros, deu entrada no hospital regional.


A criança foi atendida no hospital ainda no domingo (16), com sintomas gripais. Ela foi medicada e voltou para a casa com os pais.


Mas, de acordo com a secretaria municipal de saúde, retornou na terça-feira (18) à unidade e foi internada na UTI. Ela chegou a ser intubada e na quarta (19) não resistiu.


“A secretaria se solidariza com a família e manifesta as condolências a família nesse momento”, lamentou a secretária Kalliane Fernandes.


g1 RN




Enviar um comentário

0 Comentários